ShopTorres

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Catapora protege de dermatite e asma

Catapora pode proteger crianças contra doença de pele e asma, diz estudo

Especialistas alertam que conclusão não deve desafiar os benefícios da vacina contra a doença

05 de agosto de 2010 | 20h 25
 
 
 
Crianças que contraem catapora podem ter menor probabilidade de desenvolver dermatite atópica e asma quando forem mais velhas que aquelas que não tiveram a doença ou foram vacinados contra ela, sugere um novo estudo publicado no Journal of Allergy and Clinical Immunology.
Entre as crianças diagnosticadas com dermatite atópica, 20% já tinham pegado catapora, em comparação a 28% das sem o problema de pele.

Divulgação
 Conclusão não deve desafiar benefícios da vacina

Mas especialistas em vacina alertam que a pesquisa foi limitada e que uma conclusão não deve desafiar os benefícios da imunização contra catapora.
"Houve um benefício à saúde bastante visível em termos de uso da vacina", disse a especialista em vírus Jane Seward, do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos. "Estamos vendo uma queda significativa nas mortes e internações [da catapora], disse ela. "Um único estudo com um só achado é interessante, mas precisa de mais provas."
A dermatite atópica é um tipo de eczema, que muitas vezes causa coceira, e surge de uma reação alérgica. Também pode ser o "primeiro passo" de uma série de alergias que levam à asma, disse o principal autor do estudo, Dr. Jonathan Silverberg, do centro médico da Universidade Estadual de Nova York, no Brooklyn.
A pesquisa anterior de Silverberg e colegas sobre a resposta do corpo à catapora e à herpes zoster (cobreiro), sugeriu que pegar catapora pode diminuir o risco de uma criança desenvolver dermatite atópica no futuro. Para testar essa hipótese, eles examinaram os registros médicos de quase 700 crianças e adolescentes, alguns com dermatite atópica e alguns sem a condição incômoda da pele.
Para cada problema, os autores analisaram os registros anteriores para ver se os participantes já tinham sido infectados com catapora.
Crianças normalmente são vacinadas contra catapora com 1 ano de idade, de acordo com a especialista Jane Seward, e há uma boa razão para isso: a maioria que contrai a doença é contaminada quando é muito pequena. Nesse estudo, as crianças doentes tinham em média 3 anos quando foram infectadas.
Embora a catapora não seja frequentemente vista como muito grave, segundo Jane, algumas crianças acabam com pneumonia ou outras infecções graves, e algumas perdem membros. 

Nenhum comentário: