ShopTorres

domingo, 13 de junho de 2010

Cientistas criam primeiro anticorpo de plástico

11/06/2010-11h54

Cientistas criam primeiro anticorpo de plástico eficaz em organismo complexo


Anticorpos feitos inteiramente de plástico conseguiram salvar a vida de camundongos expostos a veneno de abelha. É a primeira vez que essa estratégia funcionou em animais.
Trata-se do primeiro passo para o desenho de anticorpos sob encomenda para uma gama de aplicações médicas, desde o tratamento de envenenamentos até o combate a infecções.
Anticorpos naturais são produzidos pelo sistema imune. Eles se ligam a moléculas específicas, chamadas "antígenos".
Os anticorpos de plástico, da mesma forma, contêm cavidades moldadas na forma exata para capturar moléculas-alvo.
Nesse caso, o alvo era a melitina, o componente mais tóxico do veneno de abelha.
Escultura
Kenneth Shea da Universidade da Califórnia, em Irvine, e sua equipe, produziram anticorpos contra melitina por meio de um processo de escultura molecular.
Eles usaram um catalisador para estimular a formação de polímeros ao redor de moléculas de veneno de abelha. Em seguida, dissolveram o veneno, deixando cavidades com o formato exato da melitina.
Shea injetou os anticorpos nos camundongos 20 segundos após a injeção de veneno. Todos os camundongos que não receberam tratamento morreram. Dos que receberam o anticorpo, 40% morreram.


Ação limitada
Anticorpos de plástico podem, de fato, imitar algumas das funções de anticorpos naturais: capturar toxinas e as enviar para o fígado para serem destruídas.
Mas outras funções de anticorpos naturais serão mais difíceis de imitar. Por exemplo, anticorpos naturais são capazes de se comunicar com outras células do sistema imune e preparar o corpo para futuras infecções, o que anticorpos de plástico não são capazes de fazer.
O estudo foi publicado no "Journal of the American Chemical Society".
http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/749296-cientistas-criam-primeiro-anticorpo-de-plastico-eficaz-em-organismo-complexo.shtml

Nenhum comentário: