ShopTorres

domingo, 22 de julho de 2012

Droga para o coração vira vacina contra tumores


21/07/2012 - 05h10

Droga para o coração vira vacina contra tumores

MARIANA VERSOLATO
DE SÃO PAULO

Uma classe barata de drogas, usada há décadas para arritmia cardíaca, pode ter uma nova aplicação: potencializar o efeito da quimioterapia e aumentar a sobrevida de pacientes com câncer.
Segundo pesquisadores de diversas instituições da França, entre eles Laurie Menger, do Inserm, os chamados glicosídeos cardíacos, quando combinados com a químio, agem de modo similar a uma vacina e estimulam o sistema imunológico a matar as células do tumor.


Editoria de arte/Folhapress
Ou seja, a droga para o coração transforma os restos das células cancerosas já mortas pela químio em sinais para que o sistema imune seja ativado contra o câncer. O efeito foi descrito em estudo publicado na revista "Science Translational Medicine".
"É uma boa avenida que pode ter grande implicação, já que a droga é de uso amplo e barata", afirma Victor Piana de Andrade, patologista e pesquisador do Hospital A.C. Camargo.
Esse não é o primeiro trabalho a relacionar essas drogas a efeitos antitumorais, mas, desta vez, os pesquisadores foram além e demonstraram os efeitos dos glicosídeos cardíacos in vitro, em camundongos e observaram o efeito dessa combinação de drogas em pacientes tratados para o câncer.
Na etapa in vitro, os autores quantificaram, por meio de um tipo de microscopia que deixa as moléculas fluorescentes, três alterações das células tumorais quando são usados certos quimioterápicos que estimulam uma resposta imunológica capaz de causar a morte do tumor.
Os pesquisadores então usaram uma biblioteca com medicamentos aprovados pela FDA (agência reguladora de medicamentos nos EUA) e encontraram quatro drogas da classe dos glicosídeos cardíacos, entre elas a digoxina, de uso mais amplo, com esse efeito imunogênico. E testaram essa ação em linhagens celulares de diferentes tumores, com sucesso.
O segundo passo foi validar esses achados em camundongos. Em um dos experimentos, o câncer dos bichos foi tratado com quimioterapia e digoxina, e não foi observado crescimento do tumor posteriormente.
Por último, os pesquisadores usaram dados obtidos com pacientes que receberam tratamento para diferentes tumores e observaram que aqueles que usaram quimioterapia e a droga para o coração ao mesmo tempo tiveram uma sobrevida 13% maior em cinco anos do que aqueles que não usaram o remédio para arritmia.
O benefício, porém, foi observado apenas nos tumores de mama, cólon, fígado e cabeça e pescoço e nos pacientes que usaram quimioterápicos diferentes dos que já têm como efeito estimular o sistema imunológico.
DÚVIDAS
Segundo Andrade, ainda é necessário saber qual é a dose necessária de digoxina para que ela tenha esse benefício extra -algo importante, já que em excesso a droga pode causar a arritmia, em vez de tratá-la- e seus efeitos em pacientes que não têm problemas cardíacos.
Mas, segundo o patologista, há boas chances de o remédio ser implantado mais rapidamente para esse fim porque a substância é antiga e seus efeitos, conhecidos.
"É um conhecimento novo com algum nível de evidência, mas, para isso atingir a população, falta um estudo randomizado e desenhado para essa finalidade", afirma.
http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/1123638-droga-para-o-coracao-vira-vacina-contra-tumores.shtml

14 comentários:

Eduardo Barreto disse...

Colégio de Aplicação Anísio Texeira.
Aluno:Eduardo Barreto de Sena.
Série/Turma/Turno:3ª A vespertino.

Considerações Sinais.
A digoxina é uma droga usada em pacientes portadores da arritmia cardíaca, doença que atinge o coração e causa distúrbios no ritmo cardíaco do mesmo. O estudo relatado no artigo é sobre a droga, porém, usada de maneira distinta do comum, e funciona da seguinte forma: Um paciente que sofre de doença cancerígena e realiza a quimioterapia pode tornar a ter tumores. A digoxina é usada na prevenção dos mesmos, agindo nas células mortas pelo quimo em sinais para que o sistema imune seja ativado. Desta forma, o corpo estará preparado e protegido contra aparições de doenças do tipo.

Eduardo Barreto disse...

Colégio de Aplicação Anísio Texeira.
Aluno:Eduardo Barreto de Sena.
Série/Turma/Turno:3ª A vespertino.

Considerações Sinais.
A digoxina é uma droga usada em pacientes portadores da arritmia cardíaca, doença que atinge o coração e causa distúrbios no ritmo cardíaco do mesmo. O estudo relatado no artigo é sobre a droga, porém, usada de maneira distinta do comum, e funciona da seguinte forma: Um paciente que sofre de doença cancerígena e realiza a quimioterapia pode tornar a ter tumores. A digoxina é usada na prevenção dos mesmos, agindo nas células mortas pelo quimo em sinais para que o sistema imune seja ativado. Desta forma, o corpo estará preparado e protegido contra aparições de doenças do tipo.

lucas sousa disse...

lucas sousa 3A ves CEAAT
Essa é um boa alternativa ,para as pessoas que tem câncer, essa nova aplicação aumentar a sobrevida de pacientes com câncer, sera muito bom pq estimula o sistema imunológico.

Mai Porto disse...

Mair Porto , Ceaat 3°A
Os pesquisadores afirmam que os chamados glicosídeos cardíacos quando são combinados com as substancias da químioterapia , mesmo que essas subustancias tenham efeitos citotóxicos , elas agem de modo similar a uma vacina estimulando assim o sistema imunologico a matar as celulas tumorais.

Victor costa cavalcante disse...

A descoberta de que os restos das células cancerosas já mortas são importantíssimas para q o sistema imune seja ativado contra o câncer e esse estudo abre espaço para outros estudos da mesma importância.

Andressa disse...

CEAAT
Aluna:Andressa Tanan
Serie: 2ªano Turma:AI Turno: Vespertino

Drogas que antes eram usadas para arritmia cardíaca pode ter efeito na quimioterapia, quando os glicosídeos cardíacos se juntam na mesma, ambas agem de um modo similar a uma vacina assim estimulando o sistema imunológico a matar as células do tumor.A droga transforma as células mortas pela quimioterapia com sinais fazendo assim o sistema imunológico ser ativado contra o câncer.

Renata Silva disse...

Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira
Renata dos Santos Silva
2ºAi Vespertino

Testes em cobaias mostraram que o uso da digoxina possibilita melhoras no tratamento contra o câncer, a droga estimula o sistema imunológico causando a morte das células cancerosas, nos camundongos usados não foi observado nenhum aparecimento de tumor.

lorena santana disse...

Lorena Santana 3°A
A digoxina uma droga que tem a capacidade de prevenção a quem tem arritmia cardíaca, doença que atinge o coração. Agindo nas células mortas e que fique imune e seja ativado contra o câncer.

Emilie Graciele disse...

CEAAT
Emilie Graciele 3ºA
Com o avanço da tecnologia, a ciência vem se modernizando cada vez mais, ajudando principalmente a quem necessita. Tornando-se a favor da espécie humana.
As descobertas realizadas são fantásticas. E a alternativa natural contra o câncer é uma delas, podendo assim ajudar as pessoas com câncer de laringe. Nosso corpo é responsável por liberar substâncias favoráveis e contra o nosso corpo.

Isamara Paixão disse...

Isamara da Paixão Araujo 4°AI Vespertino, Ceaat.
O avanço do Câncer em busca a cura levou os cientistas a fazerem testes em cobaias com a droga para o coração buscando a possibilidade de cura dos tumores cancerígenos, foi feito os testes em seres humanos com vários tipos de câncer.

Tainara Batista disse...

Essa sim é uma descoberta impressionante,digamos até que revolucionária, então foi afirmado pelos pesquisadores que tanto os glicosídeos quanto os resultados quimioterapia aparentam o mesmo resultado... Agindo assim como um a substância que ajuda a reverter o quadro preparando o sistema imunológico os preparando contra a celulas do tumor fazendo com que os mesmo morram.

Luana Rosário disse...

o câncer dos bichos foi tratado com quimioterapia e digoxina, e não foi observado o crescimento do tumor posteriormente.

Luana Rosário, 3º Ai vespertino

Matheus Orrico disse...

CEAAT
Matheus Orrico - 3º A vespertino

A descoberta dessa nova função da digoxina no corpo é de extrema importância para a sociedade. A droga utilizada normalmente em pacientes portadores de arritmia cardíaca vem sendo testada da seguinte forma: a substância é injetada no paciente portador da doença. Essa substância age nas células mortas fazendo com que as mesmas emitam sinais para que o sistema de defesa seja ativado. Isso irá proteger o corpo de doenças futuras e combater a doença já existente no corpo do paciente.

Box Of Fellings disse...

CEAAT- Mª Klara de L. Amoras / Iº Ai , Vespertino.

Como o propio relato afirma , a droga que é usada para a arritmia cardíaca, e agora pode ser usada para combater células cancerégenas , e ajudando no tratamento da quimioterapia, ou seja , gerando mais imunidades para os que tão lutando contra essa doença, que já matou muitas pessoas.