ShopTorres

domingo, 20 de maio de 2012

Cientistas decifram genoma do vetor da Doença de Chagas

Decodificação permite planejar novas técnicas de controle do barbeiro e estudar mecanismo para inibir ação do inseto

18 de maio de 2012 | 8h 21
 
Efe
Pesquisadores de Brasil, Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Canadá e Reino Unido decifraram o genoma do inseto transmissor da Doença de Chagas, que afeta milhões de pessoas na América do Sul.
Barbeiro, o inseto transmissor da Doença de Chagas - Reprodução
Reprodução
Barbeiro, o inseto transmissor da Doença de Chagas

A decodificação do genoma do barbeiro, vetor da doença, permite "idealizar novas técnicas de controle do inseto e estudar a interação com o parasita causador da doença", o Trypanosoma cruzi, afirmou à Agência Efe o pesquisador argentino Rolando Rivera Pomar, do Centro Regional de Estudos Genômicos da Universidade de La Plata.

"A informação sobre a decodificação pode ser acessada em um site (www.vectorbase.org) à disposição da comunidade científica, para que possam interpretar esses dados, portanto ainda resta muito caminho a ser trilhado", detalhou o cientista.

Os pesquisadores acreditam que se conseguirem estabelecer os motivos pelos quais o barbeiro transmite o parasita da doença, poderão estudar os mecanismos para inibir essa ação do inseto.

Rivera Pomar assinalou que a descoberta, alcançada após quase dez anos de pesquisas, permite "completar o ciclo" sobre o mal dado que os genomas do humano e do parasita transmissor já tinham sido decifrados.

A decodificação do genoma do barbeiro, o Rhodnius prolixus, abre a possibilidade de "encarar uma luta mais eficaz ao conhecer mais sobre o Mal de Chagas", acrescentou.

Um grupo de 30 cientistas participou da pesquisa, que contou com um financiamento de mais de US$ 4 milhões fornecidos pelo Instituto Nacional de Saúde dos EUA.

Em março, a Argentina anunciou que começou a produzir um remédio para tratar a Doença de Chagas.
http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,cientistas-decifram-genoma-do-vetor-da-doenca-de-chagas,874610,0.htm
 

5 comentários:

bruna disse...

CEAAT
Bruna de Almeida 3°A

As pesquisas tentam entender esse Mal de Chagas, eles encaram isso como uma luta que ao ser estudado será possível inibir a ação do inseto. Isso é muito interessante, porque a luta está sendo por essa questão que pode resultar em algo positivo trazendo essa sensação de bem-estar ao invés de medo e preocupação.

Blenda Jesus disse...

Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira
Aluno:Blenda de Jesus Souza,2ºai vespertino
Gostei desse tema,bem interessante .A doença de chagas e muito perigosa , e vem se espalhando por toda America do sul,por isso é importante saber mais do inseto transmissor e da doenças para que a doença possa ser tratada e prevenida.

mariana neves disse...

CEAAT
Mariana das Neves
2°Ai Vespertino

A doença de chagas é uma das mais temidas, principalmente por pessoas que moram em áreas rurais e em outros países que também possuem a espécie do inseto. Por isso é muito importante as pessoas procurarem informações mais detalhadas para poder saber mais sobre a doença e também do transmissor que é o famoso inseto mais conhecido como Barbeiro causador da doença.

Larissa Ribeiro disse...

Larissa Ribeiro 4ºAi
CEAAT

É mesmo necessáio que haja um conhecimento maior sobre a doença de chagas, e que essa Decodificação traga inovações para o combate total da doença. Pois os medicamentos para essa doença hoje são poucos satisfatórios e tem muitos efeitos colaterais.

Vitória Valois disse...

Vitória Valois , 2ai.

Infelizmente essa doença tem afetado milhões de americanos do sul .. mas os pesquisados acreditam quem se conseguirem estabelecer os motivos.. poderão estudar os mecanismos para inibir essa doença !