ShopTorres

sexta-feira, 16 de julho de 2010

BP consegue tampar vazamento de óleo

15/07/2010 - 18h18

Pela primeira vez desde abril, BP consegue tampar vazamento de óleo

O óleo que vaza no golfo do México desde abril foi contido nesta quinta (15) pela primeira vez, informa a petrolífera BP. É o maior avanço registrado nos esforços de contenção do vazamento, o pior da história dos Estados Unidos.
Agora a empresa deve avaliar se a tampa colocada sobre o poço, que vaza a 1.500 metros de profundidade, resistirá à pressão do óleo. Engenheiros da empresa irão monitorar a pressão por 48 horas antes de retirar a tampa provisória enquanto decidem sobre os próximos passos.

Efe
Tampa de contenção colocada sobre poço que vaza a 1.500 metros de profundidade no golfo do México; pela primeira vez desde o início do desastre, aparato conseguiu conter óleo

O uso da tampa é apenas uma estratégia temporária de contenção, já que a solução definitiva deve vir da perfuração de dois poços de alívio, cuja conclusão é esperada para meados de agosto.
A torneira de óleo foi fechada pela primeira vez 85 dias, 16 horas e 25 minutos após o primeiro registro no dia 20 de abril de uma explosão na plataforma Deepwater Horizon, operada pela BP, que matou 11 funcionários e deu início ao vazamento.
O vice-presidente da BP, Kent Wells, disse que o óleo parou de fluir nesta tarde com o fechamento de três válvulas na tampa de 75 toneladas. "Estou muito feliz que não há mais óleo jorrando no golfo do México", disse Wells.
O governo federal estima que entre 94 e 185 milhões de litros de óleo tenham sido derramados no golfo do México.
REPERCUSSÃO
O presidente dos EUA, Barack Obama, disse que se trata de uma boa notícia. No entanto, Obama completou que o fechamento do poço é apenas temporário.
Hoje cedo o almirante da Guarda Costeira, Thad Allen, também havia dito que a medida é apenas temporária e que a BP ainda precisa completar os poços de alívio.
A operação realizada hoje ocorreu após dois dias de atraso. Nesse período a BP consertou um vazamento que os engenheiros da empresa descobriram na quarta à noite.
Uma das preocupações era justamente checar se o poço estava danificado, o que poderia espalhar óleo por baixo do leito do mar ao redor do poço em vez de canalizá-lo pelo poço.
Allen disse que, apesar de temporário, o fechamento do poço pode ajudar não só a reter o óleo, mas também a facilitar a retirada da equipe da BP em caso de furacões. "Caso a tampa consiga resistir às pressões e caso o poço permaneça intacto, teremos a possibilidade de abandonar o local em caso de furacões."
TESTE
Nas próximas horas, a petrolífera deve realizar testes no aparato. O teste envolve o fechamento de várias válvulas a fim de aumentar a pressão no poço.
Allen comparou o processo a colocar o dedão sobre a ponta de uma mangueira de jardim. Se a pressão não aumentar com o fechamento das válvulas, isso significa que há um vazamento em algum lugar. Se a pressão aumentar, isso significa que o poço está intacto.
 http://www1.folha.uol.com.br/ambiente/767552-pela-primeira-vez-desde-abril-bp-consegue-tampar-vazamento-de-oleo.shtml

Nenhum comentário: